Vida longa e próspera!

26/08/16

[Filme] Mallrats (1995): Ratos de Shopping e Nerdices


Gostei muito do roteiro desse filme (nota 9,0). Conseguiu-se fazer uma estória simples, coesa, interessante, agradável, cheia de referências para nerds e colecionadores de quadrinhos. Além disso, ainda contar com a presença marcante de Stan Lee. O diretor, Kevin Smith, foi um gênio nessa comédia.

Dá até vontade de conferir os outros filmes de Kevin Smith para o cinema são (em ordem cronológica):

1. Mae Day: The Crumbling of a Documentary (1994)
2. O Balconista (Clerks – 1994)
3. Barrados no Shopping (Mallrats – 1995)
4. Procura-se Amy (Chasing Amy – 1997)
5. Dogma (Dogma – 1999)
6. O Império (do Besteirol) Contra-ataca (Jay and Silent Bob Strike Back – 2001)
7. Menina dos Olhos (Jersey Girl – 2004)
8. O Balconista II (Clerks II – 2006)
9. Pagando Bem, Que Mal Tem? (Zack & Miri make a Porno – 2008)

Voltando a Mallrats, os diálogos são bons e os personagens são carismáticos. As piadas não são forçadas e realmente podem fazer você rir. Vendo alguns atores, é impossível não lembrar do seriado "My name is Earl", já mencionado nesse blog.

Enfim, obra imperdível para amantes de quadrinhos e qualquer um que deseja uma diversão despretensiosa.



22/08/16

[Texto] Minha Vida na Cidadezinha do Interior: Parte 2


Atualizações:


Academia: custa 50 dilmas por mês, mas é bem rústica (só tem duas academia na cidade),  Ela lembra aquelas academias dos primórdios do fisiculturismo, mas consegue ser mais rústica ainda, não sendo incomum a existência de equipamentos feitos de maneira artesanal e o largo uso de fita isolante, lembrando instrumentos de tortura medieval. Ar condicionado nem pensar.


Casa: cinco minutos do trabalho e ainda um pouco melhor do que o apartamento em que eu vivia no RJ. Fora que não tem condomínio. Então sai um pouco mais barato. Estou tendo que realizar pequenas reformas que serão debitadas do aluguel, mas acredito que será compensador a curto prazo.


Trabalho: continuo na área jurídica. Então é a mesmice de sempre. O interessante é que como estou atuando na área eleitoral agora tudo tem um verniz de novidade.


Comércio: é pouco desenvolvido e não tem shopping no município. Um dos maiores points aqui é a praça no centro da cidade, onde se pode comer junk food (sorvete e hambúrguer). Outro final de semana visitei o shopping da cidade vizinha: demorei duas horas para chegar lá e não era grande coisa. Dessa forma, não pretendo retornar. O que me salva aqui é a internet e a possibilidade de fazer compras online (viva os Correios).


Mulheres: sou casado então não me faz muita diferença, mas percebo que as cariocas são em média bem mais geneticamente bonitas que a média do que vejo por aqui. Por aqui, as mulheres são de baixa estatura, com corpo pouco desenvolvido e rosto com traços não muito atraentes, o que atribuo a gerações que cresceram com alimentação pouco nutritiva e sem grande interesse pela prática do esporte.


FuturoNão penso em morar aqui até a aposentadoria, pois acredito que haja outras cidadezinhas de interior melhores ainda que sejam um muito maiores (Paraty, por exemplo que tem em torno de 40.000 habitantes enquanto que na cidade em que vivo é algo em torno da metade disso), mas que é algo a se pensar com cuidado.
Assim sendo, pretendo utilizar minhas próximas férias para conhecer outras cidades pequenas. Sobre voltar ao RJ, acho que só como visitante devido ao alto índice de criminalidade carioca.



17/08/16

[R.I.P.] Blog Colecionando Quadrinhos do Paulo Gibi



O que aconteceu? o blog Colecionando quadrinhos foi removido. O blogueiro decidiu se dedicar à curadoria de sua imensa e cada vez maior coleção.

Postagens mais marcantes na minha opinião:

A postagem em que Paulo Gibi relatou a falecimento de sua genitora e a postagem em que ele explicou que sofria de uma doença ocular que um dia o impediria de ler normalmente.


O ponto forte (e curiosidades) do blog e do blogueiro:


  • O entusiamo do blogueiro, sempre empolgado com qualquer gibi/miniatura ou moeda nova que adquirisse.
  • A educação e boa vontade dele para responder comentários. A cara é um gentleman.
  • Além de colecionador, Paulo é um chefe de família com dois filhos que também tem coleções individuais.
  • Curiosamente, o blog mudou de ênfase ao longo dos anos, pois ele começou falando de quadrinhos em geral e depois passou a se dedicar a quadrinhos da Disney, mas volta e meia falava de outras publicações e de coleções de moedas.




O ponto fraco do blog e do blogueiro: 

pessoalmente eu não gostava das postagens que falavam meramente de gibis que seriam publicados, ou seja, a parte que reproduzia notícias sobre lançamentos. 
Pessoalmente acho postagens assim muito sem graça. É tipo falar "editora X prometeu lançar gibi Y, que coisa boa".

Não que ele seja o único blog que faz isso. O Bueiro Nerd também faz, mas não tem problema pq só eu eu leio esse blog. Já o submundoHQ faz isso, mas soa diferente, parece que lá é o lugar certo para a gente ficar sabendo de novidades em quadrinhos (não, não estou puxando o saco do blog).


Sobre o blogueiro, nunca entendi como ele tinha tanta disposição para adquirir tantos gibis diferentes (marvel, dc, mangá etc) ao mesmo tempo, pois pra mim coleção tem que ter uma estrutura lógica e a maioria das publicações de qualquer editora de quadrinhos é bem meia-boca. Dessa forma, coleções grandes seriam compostas de 90% de estórias porcarias. 



Conclusão:

Uma grande perda para o blogosfera quadrinista nacional, pois várias postagens eram bem elaboradas mesclando quadrinhos ou moedas e História, entre outros assuntos.

Paulo Gibi, o blog deixou saudades! 

Vida longa e próspera!



16/08/16

[Texto] Por que Estudar para Concurso?




Já li várias explicações para a pergunta título do tópico. Vou compartilhar com vocês a versão do Roger da Cidadezinha dado o seu caráter didático e informal (peço desculpas antecipadamente pelos palavrões):

"Sendo concursado você:
- Não precisa ficar puxando saco de chefe. Servidor público só puxa saco de chefe se quiser ou for otário. 
- Você jamais viverá o fantasma da demissão sem justa causa
- Você terá aumentos de salário mesmo fazendo o básico, sem precisar ficar sendo um capacho de chefes
- Seu chefe ESTÁ chefe e não É um chefe como nas empresas privadas, onde o chefe pode ser o do no da empresa ou filho do dono e será o chefe supremo pra sempre.
- Você terá progressões automáticas na carreira e provavelmente o salário final de sua careira será o dobro do salário inicial.
- Sua jornada de trabalho será em 99% das vezes muito mais tranquila e sem pressão do que os empregos privados.
- Seu emprego nunca será afetado em termos de demissão em virtude de crise mundiais de qualquer natureza ou em virtude de concorrência pública ou privada
- Você gozará de estabilidade por toda sua vida, basta não fazer merda. Nenhum chefe tetinha irá te mandar embora para colocar um parente ou uma gostosa no seu lugar.
- Você não precisará fazer horas extras sem a devida compensação de horários como ocorre com frequência na iniciativa privada.
- Você pode até se fuder por 1 ,2 ou 3 anos estudando, mas depois você passará 30 anos e mais a aposentadoria com tranquilidade e estabilidade."
Grifei o que achei o principal fundamento dessa orientação, pois a velhice chega para todos e nosso trabalho é o nosso sustento. 

Ainda que você não tenha certeza do que quer fazer nessa vida, no Brasil você não perderá muito sendo servidor público, pois sempre haverá espaço para se dedicar a outros projetos no seu tempo livre.

Apesar de ser uma ideia simples e lógica não consegui convencer meu irmão a estudar para concurso, pois ele continua no mesmo trabalho lixoso há anos. E hoje quando ele ainda não tem nem ainda 40 anos já começa a dizer que não tem a mesma cabeça de antes (claro que o fato de ele beber regularmente não deve ter nada relacionado com isso).

Aprenda com o erro dos outros: fica a dica!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...