15/11/2015

[Saúde] Corrida e Cardio: Minhas Impressões


Introdução


Minha relação com o ato de correr variou de acordo com a época da minha vida.




Passado



  • Até a adolescênciaNão gostava de correr e só fazia isso para pegar ônibus.
  • Na adolescência e começo da vida adultaFazia artes marciais (taekwondo, entre outras). Nelas sempre havia muito trabalho aeróbico e correr era fácil, algo natural. 

Presente recente 

Em 2016

Hoje estou na casa dos trinta e só faço musculação há anos e de cardio só o aquecimento, durante uns 10 minutos. É fácil, mas não percebo resultados.


Bem, depois de assistir um vídeo do Alex Carneiro resolvi correr no sábado com minha mulher enquanto morava no interior. Afinal, o coração é músculo mais importante e dele dependem todos os demais. 

Nossa que humilhação! Senti-me velho, correndo em câmera lenta. Foram trinta minutos massacrantes correndo como um avô. 

Um dia depois já me sinto bem melhor e farei menos mal quando tentar novamente daqui a alguns dias (sim, porque hoje as dores não me deixariam).


Em 2017

Percebi que meu maior problema corporal é o sobrepeso decorrente de gordura localizada. Por isso passe passei a gastar de um terço a metade do meu tempo na academia correndo na esteira. 


Isso significa gastar de 20 a 30 minutos intercalando caminhada e corrida na esteira com diferentes modos de intensidade.


Também passei a estudar um pouco sobre nutrição.




Conclusão


Não sei se você pode correr (afinal, cada tem uma condição física diferente), mas é bem legal para o corpo e tem alto impacto no emagrecimento. 

Enfim, cultivar o bem estar físico é importante, pois todos nós estamos envelhecendo e queremos sempre estar saudáveis até o derradeiro fim.


Forte abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é o nosso pagamento.