09/10/2016

[Social] Minha Primeira Namorada

Cara, foi mais ou menos isso.

Em um post recente falei como minha vida no ensino médio teve altos e muitos baixos. O post atual é basicamente uma complementação daquele e uma constatação de como o tempo afesta as pessoas.

Minha primeira namorada era minha melhor amiga mulher. Estudávamos juntos na mesma escola  e depois muito, mas muito mesmo, insistir vaporizei a barreira do friendzone e consegui dar uns pegas nela. Tudo graças a condições de tempo e espaço extremamente favoráveis na época..

Nessa época conheci a fundo o conceito de vitória de Pirro e o ditado que diz que "nem toda vitória é recompensadora", pois o namorico durou uns dois meses, mas o trauma de ter tomado um fora durou anos.

Em minha defesa alego que ela era, na época aos meus olhos ressalte-se, linda: altura mediana, branquinha, cheirosa, malhada, quadril largo, coxas perfeitas, pés e mãos bens feitos pela natureza, lábios grossos, riso fácil, dentição ideal, cabelo liso

Some-se a isso uma personalidade carismática. Sim, meu caro, fui abatido em combate.

Mas tudo nessa vida passa e hoje aquele monumento se tornou uma balzaquiana gorda sem filhos casada com um gordo de classe média mais feio que eu (não estou dizendo com isso que sou bonito, mas ele é, de fato, muito mais feio).

Você pode estar se perguntando se fiquei feliz com que isso tenha acontecido com ela. Não. Pelo contrário. Preferia que ela conservasse a beleza e continuasse atraente, pois o atual estado dela só me mostra o quanto desperdicei meu tempo e sentimentos.

É como se eu tivesse investido em alguma das empresas do Eike Batista...

Penso que o fato de ela ter se casado com um cara gordo sedentário atrapalhou os cuidados que ela teria tomado com o corpo (quem anda com porco, farelo come). 

Acredito, mas sem base científica, que se tivesse ficado comigo ou outra pessoa mais exigente ela estaria mais enxuta. Afinal, que incentivo a mulher tem para se cuidar se vai dormir toda noite com um cara todo largadão? Não que isso tire a responsabilidade dela, claro, mas acho que influencia.


Concluindo: o tempo é o senhor da razão e a gostosa de ontem pode virar a gorducha de hoje, bastando o regular uso de junk food. Então escolha bem em qual mulher ou empresa investir.


Grande abraço!

4 comentários:

  1. Culpe esse boom da gastronomia, esse culto a comida ressaltado por reality shows culinários. Geralmente o cara gordo e sedentário leva toda a família pro saco, até o cachorro vira baleia. Esse povo tem que parar de comer bolovo e tomar cachaça. Talvez essa antiga mina tenha compensado a decepção comendo, pois os alimentos se tornam uma droga também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa do bolovo é bem engraçada, mas é a síntese de tudo: comida gostosa, mas nutricionalmente ruim.

      Abç!

      Excluir
  2. Gosto de magrela. O link do antes e depois me deu medo.
    Quanto à sua declaração, fala sério. Vc escreveu este texto é dando boas gargalhadas da banha acumulada pela porquinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a banha acumulada dela trouxe-me á memória aquele conceito de justiça poética.
      pensando agora sobre tudo, me faz lembrar daquela estória de amor entre shrek e fiona, que acaba se tornando um ogro.

      abç

      Excluir

Seu comentário é o nosso pagamento.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...